Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 19 de abril de 2011

MISSÕES, O GRANDE DESAFIO DA IGREJA

MISSÕES; O GRANDE DESAFIO DA IGREJA

INTRODUÇÃO:

MISSÕES  É UM DESAFIO?

Sim, missões foi, é, e sempre será um grande desafio, principalmente para aqueles que realmente entendem a importância da Obra missionária. Digo isto porque, quando estamos falaando de missões, não estamos nos referindo apenas a IR, ORAR E CONTRIBUIR FINANCEIRAMENTE; não; quando tratamos de missões, ou ainda, quando a igreja trata de missões, tem que ter em mente pelo menos três outras grandes verdades.
Quais são estas três grandes verdades.

1.      MISSÕES É TRATAR DO DESTINO ETERNO DE MUITAS ALMAS.
A)    POR ISSO TEMOS QUE TRATAR MISSÕES COM DILIGÊNCIA – Em Judas 3 lemos: "Amados, quando empregava toda diligência, em escrever-vos acerca da nossa comum salvação, foi que me senti obrigado a corresponder-me convosco, exortando-vos  a batalhardes diligentemente pela fé que uma vez por todas foi entregue aos santos."
Observe a exortação de Judas – "batalhar diligentemente pela fé."
Veja algumas definições da palavra "diligência" que o Aurélio nos dar.
·         Rapidez – esta é uma das definições para "diligência". – Há urgência na pregação da Palavra. Religiões pagãs têm crescido assustadoramente. Seitas têm se ploriferado no nosso meio. Filosofias orientais têm contaminado a sociedade num todo. Até certos seguimentos evangélicos têm sido contaminados por essas filosofias do eu quero, eu posso, eu faço.
O que estamos fazendo?
Muitos líderes estão enchendo os seus comandados de conhecimento, que é muito bom, mas, têm se esquecido do IDE de JESUS. Lembre-se, fazer discípulo, não é apenas encher o povo de conhecimento, mas levá-lo a obedecer o imperativo divino.
·         Cuidado ativo, zelo – na minha opinião, duas dessas palavras caracterizam muito bem os Batistas – "cuidado e zelo", mas, muitas vezes nos falta a atividade, ou seja, é nossa característica zelar pela fé (doutrina), cuidar para que a igreja não apostate da mesma, porém, na maioria das vezes, falta-nos o trabalho de campo. Falta-nos, o divulgar da verdade.
Divulgar esta FÉ, fazer discípulos de todas as nações, seria talvés a maneira mais eficaz de batalharmos pela FÉ,  em vez de estarmos na defensiva, sempre ensinando às mesmas pessoas como se defender dos ataques heréticos das seitas que estão na ATIVA e crescendo assustadoramente.
A Igreja do Senhor precisa trabalhar, sempre lembrando das suas promessas.
Hebreus 6:10a "Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra..."
I Coríntios 15:58 – "Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor."

B)     POR ISSO TEMOS QUE FAZER A MISSÕES SEM RELAXAMENTO –
1º)  Há Maldição para os que executam a obra do Senhor com relaxamento – Jeremias 48:10 diz: "Maldito aquele que fizer a obra do Senhor relaxadamente..."
2º)  Neste mundo nós somos ATALAIAS Ezequiel 3:17–19 diz: "Filho do homem: eu te dei por atalaia sobre a casa de Israel; e tu da minha boca ouvirás a palavra, e os avisarás da minha parte. Quando eu disser ao ímpio: certamente morrerás; não o avisando tu, não falando para avisar o ímpio acerca do seu caminho ímpio, para salvar a sua vida, aquele ímpio morrerá na sua maldade, mas o seu sangue da sua mão o requererei. Mas, se avisares o ímpio, e ele não se converter da sua impiedde e do seu caminho ímpio, ele morrerá na sua maldade, mas tu livraste a tua alma. "
·         O que é um ataláia – O ataláia era uma espécie de vigia, de guarda. O mesmo ficava num ponto alto, para que de longe pudesse avisar do perigo que cercava a cidade.
·         Observe que o ataláia tinha um papel bem específico a cumprir – Avisar do perigo – esta tarefa não permitia nenhum adiamento.
·         O ataláia sofria pena de morte se abandonasse o seu posto.
·         O ataláia, com certeza, era o mais visado pelo inimigo – penso que uma estratégia boa para derrotar o ataláia era infiltrar agentes secretos dentro da cidade e, na hora do ataque, este agente mataria o ataláia, pois assim o inimigo poderia entrar na surdina. Assim, hoje podemos ter muitos agentes secretos do diabo dentro da igreja. Ataláias, tomem cuidado.

OUTRA GRANDE VERDADE SOBRE MISSÕES.

2.      MISSÕES INCOMODA A SATANÁS
Já vimos que missões é lidar com o destino eterno de almas, logo o nosso inimigo, satanás, não fica nenhum pouco satisfeito quando fazemos missões.

POR QUE?
A)    Porque ele é o príncipe deste mundo – veja pois qual é o estado em que se encontra o mundo - João 5:19 diz: "sabemos que somos de Deus, e que todo  o mundo está no malígno".
O propósito único de missões é libertar o pecador do império das trevas e trazê-lo para a luz, ou seja, o propósito de missões é levar o pecador a deixar de ser um súdito do diabo para ser um servo do Senhor. Pois o homem sem Deus vive segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe da potestade do ar que atua nos filhos da desobediência (Efésios 2:2). Como poderia esta obra tão maravilhosa, que começou no coração de Deus, não incomodar a satanás, se o papel dele é somente roubar, matar e destruir.

B)     Porque ele, Satanás, usará de tudo para impedir esta obra – é aí que a Igreja tem que se preparar. Como?
1º)   Unindo-se num só propósito  - Propagar as Boas Novas de Salvação. Atos 8:4 diz: "Mas os que andavam dispersos iam por toda a parte, anunciando a Palavra" – observe que mesmo perseguidos e dispersos, o propósito da igreja primitiva era o mesmo, anunciar a Palavra.
A união que Deus requer de uma igreja,  não se resume apenas ao número de coquiteis,  churrascos ou pic-nics que ela faz junto, mas pela união da mesma em fazer Cristo conhecido na comunidade em que ela está e em outros lugares mais longícuos. Lembre-se, a igreja local é um agência do Céu no bairro ou cidade onde ela está.
2º)  Cingindo-se da armadura de Deus – Efésios 6:11-18
"Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.
12. Porque não temos que lutar contra a carne e o sngue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celetiais.
13. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.
14. Estai, pois, firmes, tendo singidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça;
15.  E calçados os pés na preparação do Evangelho da paz;
16.  Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.
17. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a Palavra de Deus.
18. Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos.
Observe que o texto lido, por duas vezes, nos exorta a tomar TODA A ARMADURA DE DEUS.
Nesta guerra espiritual que nós, cristãos travamos todos os dias, contra as ostes infernais, jamais poderemos vencer se não nos cingirmos com toda a armadura de Deus. Não podemos usá-la parcialmente, tem que ser completa.
Veja que nesta guerra, Deus nos proporciona armas tanto de defesa, como também de ataque.
i)       As armas de defesa –
·         Verdade – Só poderemos vencer o pai da mentira com a Verdade.
·         Couraça da justiça – Santidade
·         O Escudo da Fé – é pela fé que obedecemos a Deus. É a fé em suas promessas que nos fará prosseguir.
·         O capacete da Salvação – pode significar à nossa convicção sobre a segurança de salvação, como também uma proteção contra todo o tipo de vento de doutrina, que porventura venha nos querer desviar da verdade.
ii)     As armas de Ataque
·         A espada do Espírito – A palavra de Deus
·         O Evangelho da Paz – Para não nos cuvarmos diante do inimigo.
·         A oração
ü  Com Súplicas
ü  Vigilante
ü  Perseverante

A TERCEIRA E ÚLTIMA GRANDE VERDADE

3)      A IGREJA SO FARÁ MISSÕES SE DEPENDER TOTALMENTE DE DEUS
Se temos de enfrentar um inimigo de força sobrenatural (satanás), precisamos de um aliado mais poderoso do que ele (O Deus Todo Poderoso). Neste ponto nós não precisamos temer.
A)    Porque Ele prometeu está sempre conosco
Mateus 28:18-20"E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém."
Hebreus 13:5b – "...Porque ele disse: não te deixarei, nem te desampararei".
B)     Porque é Deus quem capacita – Certa vez alguém disse com muita propriedade; "ninguém vai à guerra sem antes preparar-se", Assim é o nosso Deus, nesta guerra espiritual, é Ele quem nos fornece as armas para vencer o inimigo, é Ele quem nos capacita para a batalha. Por isso, quando a igreja se envolver em missões, ela precisa quebrar dois tabus.
1º)  Não podemos fazer missões medindo a capacidade intelectual do nossos membros ou obreiros – quem capacita é o Senhor.
2º)  Não podemos fazer missões com base nas condições financeiras da igreja. A ação missionária de uma igreja, só vai até ao ponto da confiança que esta igreja deposita em Deus.
"Pense grandes coisas de Deus e Ele fará grandes coisas por você."

Jeremias 33:3 – "invóca-me e te responderei, anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas que não sabes".

Filipenses 2:13 – "Porque Deus é quem efetua em vós, tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade."

Filipenses 4:19 – "E o meu Deus, segundo a sua riqueza em glória, há de suprir em Cristo Jesus, cada uma de vossas necessidades."

CONCLUSÃO:
Quando, pois, fizermos missões, precisamos ter essas grandes verdades em mente:
1º)  Que missões é tratar com o destino eterno de muitas almas
2º)  Que missões incomoda a satanás
3º)  Que não podemos fazer missões sem dependermos totalmente de Deus.


Dando continuidade ao nosso tema: "Missões um Grande Desafio Para a Igreja", hoje nós queremos achar uma definição para o termo "DESAFIO".

O QUE É UM DESAFIO?
Vou, dá duas definições para facilitar o desenvolver da nossa mensagem de hoje.
1º)  DESAFIO – É enfrentarmos um inimigo mais forte e poderoso do que nós, e temos por objetivo, vencê-lo
2º)  DESAFIO – É termos pela frente uma tarefa bem maior do que a nossa capacidade e objetivamos concretizá-la.

Portanto, ao fazer missões, temos um inimigo mais forte e poderoso do que nós e uma tarefa a realizar maior do que a nossa capacidade.

1)      QUEM É O NOSSO INIMIGO?
Satanás é claro – Efésios 6:12 - Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celetiais.
Satanás tem poder, porém, não todo o poder, pois todo o poder reside em Deus, criador dos céus e da terra. E é este Deus que é o nosso aliado neste grande desafio., nesta grande guerra. Não esqueça, Ele está conosco.
Mateus 28:18-20"E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É me dado o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém."
·         No caso de igrejas que estão desejosas de cooperar com missões, satanás levantará pessoas para argumentarem: "Porque investir em missões em lugares tão longe enquanto existe o nosso bairro para ser evangelizado?"
Bom argumento.  Entretanto, as pessoas que geralmente levantam estes argumentos, são pessoas que não testemunham em suas casas, que não testemunham em sua vizinhança e muitas vezes nem tem um bom testemunho de cristão. E além do mais, quando Cristo comissionou os seus discípulos Ele disse:
"Mas recebereis poder ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra" – Atos 1:8
Observe as palavras "tanto", "como", "e até". – dentro do texto lido, estas palavras denota simultaniedade. Veja que ao comissionar os discípulo, Jesus não disse, primeiro em Jerusalém, depois a Judéia, depois Samaria..., mas, sim, em todos os lugares, ao mesmo tempo, porque esta mensagem é urgente.
·         Satanás levantará pessoas dentro da igreja para desistimular a fé da igreja. Estes tentarão provar que é inviável investir em missões, uma vez que a igreja não tem nenhuma condição financeira. Esses, não conhecem a matemática de Deus.
·         No caso de missionários, satanás levantará pessoas dentro da própria congregação para perseguir, para criticar a pregação do missionário, dizendo que é fraca, para criticar os métodos utilizados, em fim, para desanimar ao missionário, não sabem estes que são emissários do diabo, que estão alí com um único propósito, destruir o bom andamento da obra do Senhor, afinal, este não é o papel de satanás? Roubar, matar e destruir?
·         O inimigo deve ser repreendido, "...porque maior é aquele que está em nós, do aquele que está nomundo" I João 4:4.

2.      QUE TAREFA É ESTA, QUE É MAIOR DO QUE A NOSSA CAPACIDADE DE EXECUTÁ-LA?
·         É a tarefa de fazer discípulos em todo o mundo, ou seja, é a tarefa de evangelizar o mundo. Então, aqui neste ponto, dou o primeiro motivo para justificar o nosso tema: "MISSÕES, O GRANDE DESAFIO DA IGREJA".

A)    POR CAUSA DA IMENSIDÃO DO CAMPO João 4:35
"Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa."
Mateus 13:38 – "O campo é o mundo..."
A Igreja do Senhor precisa unir forças para evangelizar o mundo. Nós não podemos sossegar enquanto o mundo todo não for evangelizado." Fico triste, porque nesses 12 anos de ministério já vi muitos maus exemplos de pastores com bem mais experiência ministerial do que eu, mas, que a visão missionária ainda sofre de miopia.
·         Vi pastor que levou a igreja a investir num determinado jovem da igreja para preparar-se nun seminário, porém como uma condição, que ele voltasse para ajudar na sua igreja. Temos que lembrar que é Deus quem chama, logo é Ele também que envia. Pois, se formos egoistas a este ponto, como ficarão as almas em outros lugares mais longícuos.
Citar o exemplo do pr. Jaime de Santarém, sobre a multiplicação dos paes e sua destribuição - Lucas 9:10 – 17.
·         Soube de um pastor que ficou com raiva do outro, só porque este outro sugeriu que se juntasse os membros das duas igrejas que moravam em um determinado bairro para ali se fazer uma outra igreja. Precisamos aprender a ter amor a Deus e a sua Obra, e não amar apenas a igreja na qual somos pastores.

Transição – Por que missões é o grande desafio da igreja?
§  Por causa da imensidão do campo
§  E em 2º lugar...

B)     POR CAUSA DA IMPORTÂNCIA DA OBRA
1º)  Os apóstolos foram perseguidos, presos e açoitados, mas, mesmo assim, regozijaram-se nos açoites(Atos 5:17,18;27-33 e 40,41), porque entendiam a importância da Obra, e sofrer por isso era um privilégio.
2º)  O apóstolo Paulo também foi perseguido e preso (Fip.1:12-23), mas isso era motivo de regozijo para ele, pois, por causa de suas algemas, a guada pretoriana ouviu o evangelho(v.13), outros irmãos se animaram e agora com mais coragem pregavam a Palavra(v.14), e outros, por inveja, pregavam para prejudicar  a Paulo na prisão(v.15). E o que é que Paulo diz disso tudo – "Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado...nisto me regozijo, e sempre me regozijarei"(v.18) – Paulo também sabia da importância da Obra. – veja ainda sobre os sofrimentos dos apóstolos (I Cor. 4:9-13)
3º)  Veja o que muitos passaram por amor a Obra de Deus e saber da sua importância. (Hebreus 11:32-40)
Estes homens passaram por tudo isso por que sabiam da importância da obra de Deus, e por causa disso, nem suas próprias vidas eram mais importantes. E acima desses exemplos temos o exemplo de Cristo.

4º)  POR QUE MISSÕES É TÃO IMPORTANTE ASSIM?
a)      Porque quando fazemos missões, estamos abrindo a porta do céu ao pecador – Mateus 16:19 – "Eu te darei a chave do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado no céu." – O Evangelho é a chave para o Céu. Todas as vezes que apresentarmos o Evangelho a alguem, nós estamos abrindo a porta do Céu para esse alguém.
b)     Porque quando missões estamos prestando um ótimo trabalho a humanidade.
·         O Evangelho transformou paises
·         O Evangelho tem reabilitado ao seio da sociedade muitos, que estavam à margem dela.

C)    POR CAUSA DA PERCA DE VISÃO DA IGREJA – Perca do seu objetivo principal,que fazer missões.
Uma frase clássica – "A Igreja que não faz missões não tem razão para existir"

Mas, ao que podemos atribuir essa perca de objetivo da igreja.
Dentre outros fatores eu atribuo principalmente aos homens do púlpito. Claro, não quero com isso generalizar. Há muitos pastores que amam a obra missionária e fazem muito por ela. Entretanto por outro lado, existe (infelismente) muitos pastores profissionais e não vocacionados.
·         Homens egoistas que se interssam apenas por si, que se enquadram muito bem em II Timóteo 3:1 – 5.
·         Homens que se interessam apena com a sua igreja, ou seja, tem grande amor a sua igreja e não a obra.
·         Muitos desses, passam mais tempo se preocupando com a vida dos colegas e suas igrejas, do que fazendo a obra de evangelista.
·         Geralmente os que mais fazem, são esses os alvos das críticas e calúnias, e os mais falam, são os que menos fazem por missões.

Com base em Oséias 4:9, digo: " A igreja que tem um lider nesses moldes, em breve ela mesma será" – e o lider que encontra uma igreja nesses moldes e não faz nada para mudar, em breve ele mesmo se tornará um egoista – veja o que diz o versículo de Oséias 4:9 - "Por isso, como é o povo assim é o sacerdote..."

Duas frases para meditarmos
"Quanto mais pensamos em nós, mas as bênçãos se afastam de nós."
"Se a igreja não estiver investindo a maior parte das suas entradas em missões, esta igreja não está fazendo missões com deve ser."

D)   PORQUE A IGREJA TEM DEIXADO DE SER UMA INFLUÊNCIA NO MUNDO
·         A Igreja do primeiro século era uma influência no mundo. Alguns apelidos que aqueles irmãos receberam, prova muito bem isto.
·         Atos 11:26 – Lá em Antioquia os discípulos foram chamados Cristãos pela primeira vez – CRISTÃOS  - PESSOAS DE CRISTO
·         Atos 17:6 – Os judeus se referiram aos cristãos como AQUELES QUE TRANSTORNARAM O MUNDO. Temos que lembrar que este trantornar era de forma positiva.
·         Muitas igrejas tem transtornado o mundo, mas por causa do mau testemuno dos seus membros, com isso, é a igreja que tem sido transtornada pelo mundo.
·         Deus nos chamou para fazermos a diferença – veja Mateus 5:13 – 16

CONCLUSÃO:
Vimos duas definições de desafio.
1º)  DESAFIO – É enfrentarmos um inimigo mais forte e poderoso do que nós, e temos por objetivo, vencê-lo
2º)  DESAFIO – É termos pela frente uma tarefa bem maior do que a nossa capacidade e objetivamos concretizá-la.
Vimos quatro motivos para afirmarmos que Missões é um desafio.
1º)  Por causa do nosso inimigo
2º)  Por causa da imensidão do campo
3º)  Por causa da perca da visão missionária da igreja.
4º)  Por causa da falta de influência da igreja no mundo
Então, você está pronto a enfrentar este desafio?